fbpx

Devo fazer cursos técnicos durante o ensino médio?

A época do Ensino Médio é um tempo de muitas incertezas, afinal, é o período em que estamos no final de uma etapa, dando início a “vida adulta” e entrando no mercado de trabalho. Muitos acham que o próximo passo a seguir é fazer o vestibular e ingressar em um curso superior, mas essa não é a única opção!

Optar por cursos técnicos ainda no Ensino Médio permite que você conheça melhor uma determinada profissão, antes de fazer sua escolha na graduação. Como são cursos bastante práticos, eles permitem que o aluno vivencie como é o dia a dia do profissional daquela área.

Para aqueles que já sabem a carreira que querem seguir, o curso oferece as qualificações profissionais necessárias, possibilitando que o jovem ingresse mais cedo no mercado de trabalho.

Acha que essa pode ser uma opção viável para você? Continue a leitura e fique sabendo mais sobre esses cursos e as vantagens que eles podem trazer.

O que são cursos técnicos?

São cursos de nível médio que têm por objetivo formar profissionais qualificados, proporcionam uma formação bastante direcionada para as necessidades do mercado de trabalho e podem ser encontrados em três modalidades:

  • integrado: quando o Ensino Médio e o curso técnico são feitos ao mesmo tempo, na mesma instituição;
  • concomitante: quando os dois são feitos ao mesmo tempo, mas em instituições diferentes;
  • subsequente: quando o curso técnico é feito após a conclusão do Ensino Médio.

Para começar um curso técnico, o aluno deve estar, pelo menos, no segundo ano do Ensino Médio. Para a obtenção do seu diploma de conclusão, é necessário que o aluno tenha concluído, também, o Ensino Médio.

Segundo o MEC (Ministério da Educação e Cultura), em seu Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, na 3ª edição (Resolução CNE/CEB nº 01/2014), existem mais de 220 cursos técnicos divididos em 13 eixos tecnológicos:

  • Ambiente e Saúde;
  • Controle e Processos Industriais;
  • Desenvolvimento Educacional e Social;
  • Gestão e Negócios;
  • Turismo, Hospitalidade e Lazer;
  • Informação e Comunicação;
  • Infraestrutura;
  • Militar;
  • Produção Alimentícia;
  • Produção Cultural e Design;
  • Produção Industrial;
  • Recursos Naturais;
  • Segurança.

Esses cursos possuem carga horária mínima de 800, 1.000 ou 1.200 horas. A carga horária que se destina ao estágio supervisionado, quando prevista no projeto político pedagógico do curso, será somada à carga horária mínima especificada no catálogo.

Nele, você também encontrará as opções dos campos de atuação onde aquele profissional poderá trabalhar e indicações de cursos de graduação que o aluno poderá fazer para seguir os seus estudos na área escolhida. 

Como o mercado de trabalho vê os cursos técnicos?       

Estamos passando por um momento em que o mercado de trabalho está cada vez mais exigente em relação à formação dos seus trabalhadores. Por isso, as empresas enxergam com  bons olhos aqueles que optam por fazer cursos técnicos.

Existe, hoje, uma situação onde chegam a sobrar algumas vagas de trabalho por falta de especialistas no mercado, e esse tipo de curso forma profissionais para suprir essa demanda. Em muitas situações, os cursos técnicos são mais valorizados que cursos de graduação.

Uma área que está sempre procurando por profissionais qualificados é a área da Saúde, sendo a enfermagem a 4ª profissão que mais gera emprego no país. Por isso, se dispor a fazer um curso técnico de Enfermagem, por exemplo, pode trazer muitas oportunidades de emprego.

Quais são as vantagens dos cursos técnicos?

A seguir, conheça algumas vantagens que um curso técnico pode oferecer. Aos jovens que já têm noção de qual área desejam seguir como carreira profissional, esses aspectos podem ser valiosos na hora da escolha. Veja:

Menor duração

Enquanto os cursos superiores duram de 3 a 6 anos, os cursos técnicos têm duração de 18 a 24 meses. Isso permite que se ingresse mais rápido no mercado de trabalho. Em média, 80% dos alunos já estão trabalhando na área em que se formaram, em até um ano após o término do curso.

Menor custo

Os preços dessa capacitação profissional variam de acordo com o curso escolhido. Mas uma coisa é certa: são bem mais econômicos quando comparados aos custos de uma graduação ou especialização.

Mais objetivos e práticos

Diferente de um curso superior, que é mais abrangente e teórico, os cursos técnicos possuem grades curriculares bastante específicas e práticas. Geralmente, o aluno precisa cumprir um período de estágio, o que proporciona maior vivência na profissão.

Maior valorização dos profissionais

Profissionais com um curso técnico chegam a conseguir um salário até 20% maior do que aqueles que não têm. Muitas vezes, esse salário pode ser maior do que a remuneração recebida por formados em cursos superiores.

Além disso, como os profissionais formados em um curso técnico são mais qualificados na prática, podem negociar melhores oportunidades de trabalho.

Os cursos técnicos oferecem a oportunidade de vivenciar o cotidiano profissional escolhido, conseguir um emprego melhor e, consequentemente, salários mais altos.

E o melhor: se você decidir fazer um desses cursos durante o Ensino Médio, poderá adiantar todas essas vantagens em até dois anos! Então, não perca mais tempo: acesse o nosso site para conhecer os cursos que nós da Conhecer Escola Técnica estamos prontos para oferecer a você.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Conhecer Escola Técnica

Há mais de 20 anos formando pessoas para o mercado de trabalho

Somos uma escola técnica referência em formação profissional na área de saúde, formando cidadãos para a vida, profissionalizando-os e promovendo o conhecimento com responsabilidade social.

Últimas postagens

Conheça nossos cursos

Curta nossa página no Facebook

gostaria de saber o valor do curso?

Deixe eu e-mail e telefone que enviaremos todas as informações

FAÇA SUA inscrição 100% ONLINE

Skip to content